quarta-feira, 26 de junho de 2013

Como Descobri Aznavour

Há cerca de um ano, numa das prazerosas e costumeiras conversas com o meu tio, Marconi, ele mencionou um nome que eu não conhecia: Charles Aznavour. Curioso de marca maior, não parei de investigar até conhecer a obra de Aznavour. Como todos os grandes (embora Aznavour seja uma figura de 1,60 m de altura, ele é um dos titãs da música), Aznavour me encantou com a abrangência e a genialidade de sua obra. Tendo cerca de 70 anos de carreira, ele compôs mais de 800 canções e fez duetos memoráveis com artistas como Elton John, Liza Minelli, Frank Sinatra, Edith Piaf, Paul Anka, Celine Dion, entre outros. Por esses e outros inumeráveis motivos, já sou fã de Azna"voice".

No dia 25 de Maio, assisti ao show de encerramento da turnê dele na América do Sul com o tio que me apresentou Aznavour. Foi um show memorável. Consegui até gravar Aznavour cantando "She", seu maior sucesso, e "Hier Encore", a canção de Aznavour que mais gosto.

Deixo, abaixo, Aznavour demonstrar o motivo da admiração que ele desperta nos milhões de fãs espalhados pelo mundo:




Um comentário:

  1. Só falta uma Anna Scott para vc se deleitar em leituras e passeios ao jardim Belvedere, em um lugar chamado Paulo Afonso!rs

    ResponderExcluir