sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Com Passos de Formiga e Sem Vontade



Surpreso com essa peripécia do Lulu Santos, fiz um pequeno texto comentando:

"Não mais está tudo azul. Da minha janela indiscreta, vejo que os tempos modernos não fazem tão bem a certas coisas. O desleixo com o português, como uma onda, atinge até o último romântico. A cura, esta sereia deusa da ilusão, não encontra condição de satisfação para aquilo que chamamos de mundo. Nos resta esperar o retorno do maia intergalático e de um certo alguém. Assim caminha a humanidade..."







Nenhum comentário:

Postar um comentário