terça-feira, 16 de junho de 2015

Buda Nagô

  Estava navegando pelo Facebook, o que agora raramente faço, quando me deparo com esta notícia da Folha de São Paulo: "Após sair de culto de candomblé, menina de 11 anos leva pedrada no Rio." É lamentável a existência dos resquícios medievais  de práticas em parte estimuladas por instituições religiosas, mas majoritariamente oriundas de uma estrutura social altamente eurocêntrica e antropologicamente evolucionista. Um Estado laico deveria punir rigidamente esse tipo de atitude que, de grão em grão, dissolve a frágil democracia brasileira da  qual fala-se tanto. Quantas dessas notícias passam despercebidas enquanto um evento como a "Parada Gay", que criticou alguns preceitos das religiões Cristãs, gera uma polêmica geral e acaba sendo a "exceção que se trata como regra"? Infelizmente, é um tanto esperada a atitude falaciosa brasileira quando há inúmeros estudos sociais sobre a corrupção nessa sociedade e a prática comum da mentira. Continuaremos importando cultura e apedrejando as faces culturais da formação da Nação...e isso é, repito, lamentável.



Nenhum comentário:

Postar um comentário